Postagens

Living Louder - Alpha Omega

Imagem
  Vez ou outra a gente se depara com pessoas que questionam e, até mesmo afirmam, que o Rock morreu. Puxa vida, isso é uma hipótese, mas me parece ser muito pouco provável, haja vista a quantidade imensa de boas bandas que surgem e de lançamentos que acontecem a todo o momento. E uma das provas vivas de que o Rock está não somente ativo, mas pulsando fortemente, é o lançamento de “Alpha Omega”, terceiro Full do LIVING LOUDER. Este trio foi formado em 2016 e pratica uma sonoridade que resgata os anos 70. Além disso, o som deles é repleto de peso, energia, vigor e une influências que passeiam por estilos como Hard Rock, Heavy Metal e Southern Rock. Interessante mencionarmos que todos estes elementos que a pouco citamos são aliados a muita técnica, habilidade e resultam em um trabalho marcante e cheio de personalidade. “Alpha Omega” possui 8 belas composições em que a cozinha instrumental é bastante harmônica e apresenta toques com doses de melodia e as vocalizações são fortes e compa

Wild N' Wasted - Wasted Night

Imagem
  Quinteto oriundo da Itália e formado em 2017, esse grupo já passou por algumas mudanças na formação, lançou alguns singles e, finalmente, aparece agora com seu primeiro EP. “Wasted Night” é um trabalho bem redondinho e tudo funciona muito bem. Eles fazem um Heavy Metal de extrema qualidade, com uma pegada oitentista, com uma cozinha instrumental bastante harmônica e com vocalizações que, além de ótimas, se enquadram perfeitamente ao estilo que executam. É sinceramente um material que chama bastante a atenção. Os maiores destaques da obra são os riffs de guitarra (sensacionais), solos bem realizados e vocais de grande força e alcance. E olha só que bacana: o vocalista Thiago De Moraes é ítalo-brasileiro. Todas as composições são bem cativantes, mas me agradaram muito as seguintes: “Wasted Night”; “Devil Girl”, a melhor e mais empolgante do trabalho; “Ayrton”, linda balada em homenagem ao piloto Ayrton Senna e que é cantada em português e inglês. Um trampo IMPECÁVEL e bem ELABORADO. Ce

Coldwinter - Cold Light of the Horizon Dawning

Imagem
  Oriundos de São Paulo e formado em 2014, o COLDWINTER é um grupo que pratica uma sonoridade que funde elementos do Atmospheric, Doom e Black Metal e possuem letras que falam sobre o universo da tristeza, solidão, melancolia, angústia, miséria e desespero. Obviamente tudo isso pode ser sentido nas canções que eles executam. É uma música feita com muita inspiração, sentimento e, acima de tudo, emoção. Em 2015 lançaram sua primeira demo e no ano seguinte já veio “The Horizon Dawning”, o primeiro EP. E finalmente, em 2020, foi lançado “Cold Light of the Horizon Dawning”, o primeiro Full. Podemos aqui afirmar, sem sombra de dúvidas, que o grupo fez uma estreia e tanto, pois a obra é um trabalho primoroso e cheio de qualidade desde a arte gráfica, a embalagem e a sonoridade. Lançada em edição limitada, a obra é apresentada em versão slipcase e com pôster. Isso por si só já traz um diferencial ao trabalho, mas a grande essência deste, sua música, é o ponto alto e de grande destaque. “Cold L

As Dramatic Homage - Symbolic

Imagem
  Que honra imensa receber novamente material do AS DRAMATIC HOMAGE em nosso espaço. Trata-se de um grupo carioca que faz uma sonoridade que transita entre o Progressive, Doom e Black Metal e, sendo um pouco mais exato, o Avantgarde-Metal. Na ativa desde 1999, o grupo lançou “Crown”, um Full de excelente qualidade. Após lançarem EP e singles, eles reaparecem agora com “Symbolic”, um ótimo trabalho que contém uma sonoridade muito bem elaborada, pensada e executada. O grupo é formado por Alexandre Pontes (guitarra, programações e vocal) e Vinicius Rodrigues (bateria) e, neste trabalho, temos também a participação de Artur Cirio (ex-COLDBLOOD) e Renato Varjolo (GRAVE DESECRATOR) nos solos de guitarra. Aqui encontramos melodias belíssimas e suaves que se aliam ao peso, agressividade, rapidez e energia do Metal. Além disso temos vocalizações limpas que se alternam a vocais guturais e conferem uma identidade bastante peculiar ao grupo. Trata-se de uma viagem sonora bastante densa e intensa a

Tromba + Brainscanner - Tromba + Brainscanner

Imagem
  Confesso a vocês que este Split foi uma surpresa altamente agradável. Reunir dois duos que fazem um Stoner muito bem feito e pesado foi não somente uma grande ideia, mas também uma excelente iniciativa. De um lado temos o TROMBA que vem da Argentina e do outro os brasileiros (já bastante conhecidos nossos) do BRAINSCANNER.  São seis composições, sendo três para cada uma das bandas e, desta forma, falarei sobre o destaque de cada projeto. O EP abre com o TROMBA e a composição não poderia ser mais impactante. “Antilope” é a música mais longa do material e também a melhor do TROMBA. Ela começa devagar e lenta, mas aos poucos vai ficando mais encorpada por conta dos riffs pesados e que nos trazem algo do SABBATH à mente. Logo chega a vez do BRAINSCANNER e eles entram com tudo com a excelente “Stapedius”, música que começa mais arrastada e depois vai assumindo um vigor incrível. O resultado final deste trabalho surpreende bastante e entusiasma também. Descrevi aqui apenas os destaques, ma