Postagens

Gundambad - Eternally Doomed

Imagem
  One Man Band formada em 2020 e que executa um Death Metal furioso e bem rápido. Comandado por Cesar Duarte, este projeto acaba de lançar “Eternally Doomed”, a primeira demo. O material contém 4 composições cheias de peso e excessiva agressividade e tem como influência bandas como INCANTATION, AUTOPSY e HEADHUNTER D.C., ou seja, obra com sonoridade absolutamente extrema e brutal. As composições seguem a fórmula do estilo com bastante rigor: voz gutural, guitarras com riffs e solos rápidos e afiados, bateria veloz. Todas as músicas são interessantes, mas a que mais chamou a atenção foi “Born and Rot Die”, especialmente por conta do solo de guitarra. Boa obra, mas que deve se atentar a dois pontos importantes: um cuidado maior na criação da capa e uma melhoria na qualidade de som. Fãs de Death Metal e do Metal extremo precisam ouvir. Item obrigatório e estamos no aguardo do próximo trampo. Que venha logo. – Nota: 8 Faixas: 1. War and Chaos 2. Born and Rot Die 3. Eternally Doomed

Attanos - Screaming Soul

Imagem
  Diretamente de Jundiaí, interior de São Paulo, surge o ATTANOS. Trata-se de um grupo de Metalcore que começou suas atividades em 2012. Um ano após já estavam lançando o primeiro EP e em 2018 já saía “Renewal”, o primeiro Full. Esta obra já apresentava uma modificação bastante significativa para o grupo, pois foi o primeiro trabalho cantado completamente em inglês. Em maio de 2021, o quinteto lança a sua segunda obra. "Screaming Soul” é um trampo muito, mas muito bem feito e traz um som bastante pesado e cheio de variações de ritmo. Com um total de 13 ótimas composições, o ouvinte irá se deparar com quase 50 minutos de uma sonoridade intensa e repleta de riffs fortes, baixo marcante, bateria que prioriza peso e velocidade e vocalizações agressivas e rasgadas que se mesclam a vozes limpas. Embora encontremos a predominância de uma atmosfera mais feroz, aqui e ali é possível identificar momentos com melodia. E convenhamos, não é tão simples assim soar agressivo ao mesmo tempo em

Nordjevel - Fenriir

Imagem
  Quando falo em Black Metal da Noruega, imediatamente me vem à mente nomes como MAYHEM, DARKTHRONE e IMMORTAL. São grupos de extrema referência neste gênero. Não há como negar. E é deste mesmo país que surge o NORDJEVEL, grupo formado em 2015 e que já gravou dois Fulls, um Split, um Single e surge agora com o seu segundo EP. “Fenriir” é um trabalho que possui 5 composições que são pesadas, extremas, apresentam riffs de guitarra bem gélidos, bateria ultra rápida e vocalizações cheias de fúria e agonia. A versão que chegou até nós não continha a música “Fallen Angel” do POSSESSED. O material soa eficaz como um todo, mas as faixas que mais no chamam  atenção são “Gnawing the Bones” e “Det Ror og Ror (Live at Brutal Assault 2019)”.  Não há nada inédito aqui. É aquele bom e velho Black Metal feito por quem ama e sabe fazer o estilo. Trampo bem feito e que irá agradar aos amantes do gênero. – Nota: 8 Faixas: 1. Fenriir 2. Gnawing the Bones 3. Rovdyr 4. Fallen Angel (Possessed Cover) 5. De

Benjamim Saga - No Rio dos Siris

Imagem
  O vocalista Dejair Benjamim é bastante conhecido na cena da música pesada por seu trabalho com a banda TCHANDALA. Dono de uma voz potente, forte e bela, ele agora lança o EP “No Rio dos Siris”, primeiro trabalho do seu projeto chamado BENJAMIM SAGA. Aqui, ele trata da temática do encontro entre os índios e os europeus portugueses e todos os desdobramentos ocasionados a partir daí. Por si só, a proposta já tem não somente uma relevância, mas também é interessante demais. Aliado a isso temos também um Heavy Metal bastante vigoroso e que se mescla aos ritmos regionais. Concordam que é uma mistura e tanto e uma atitude ousada. Creio que neste momento o leitor esteja se perguntando se isso deu certo. SIM. E pode ainda caber uma segunda pergunta que é: Ficou bom? A resposta para isso é: SIM, MUITO BOM. Talento aqui não falta. Meio caminho andado para dar certo, correto? De resto, a fórmula para o sucesso alcançado com o trampo é originalidade, qualidade e, acima de tudo, garra para a r

All I Hate - Soulless Gods Arise

Imagem
  Duo de Death Metal formado por Lucas Berti (guitarra) e por Elcio Junior (bateria, baixo e vocal). Esses guerreiros acabaram de lançar “Soulless Gods Arise”, o primeiro Single, e podemos dizer que eles mandaram muito bem. Como não poderia deixar de ser, o ouvinte irá aqui encontrar um som pesado e extremo, vocais rasgados, sonoridade agressiva e veloz. A música é simples e bem direta e tem como destaque os riffs e solos que são eficazes. Fãs do estilo irão apreciar bastante. Ficamos agora no aguardo de novos materiais. A avaliação deste é muito satisfatória, ainda mais quando levamos em conta que é o primeiro trampo da banda. O caminho demonstra estar sendo muito bem traçado. Confiram. – Nota: 8 Faixas: 1. Soulless Gods Arise Facebook Bandcamp