Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2020

Chaotic System - Rise

Imagem
No começo do ano tivemos o prazer de resenhar o excelente “ Human Decay ” do CHAOTIC SYSTEM, duo carioca que faz uma sonoridade que reúne elementos de Grind/Crust/Hardcore e até mesmo Death Metal. E próximos do fim deste ano nos chega novamente um material grandioso desta dupla brutal e veloz. “Rise” é o primeiro Full do grupo e eles seguem a mesma fórmula, ou seja, o ouvinte vai se deparar com música rápida, forte, pesada e BRUTAL. Ao todo são 14 composições diretas e matadoras. Os riffs de guitarra me lembraram muito o CELTIC FROST, ainda que a sonoridade como um todo seja distinta deste. Destaques: “Abomination” é uma faixa de abertura de grande impacto; “Opportunists” tem ótimas variações, ainda que mantendo um ritmo rápido durante o tempo todo; a curtinha “Shit” é praticamente um grito de guerra; “Violence in the City” é uma ótima composição e ainda traz um destaque no peso do baixo; “Hell is Here” tem um solo de guitarra bem interessante. Resumo de tudo: trampo bem feito e a

Suck This Punch

Imagem
Estamos fechando o mês de agosto com uma entrevista muito bacana. É com grande orgulho que entrevistamos Tadeu Bon Scott, vocalista do SUCK THIS PUNCH, quarteto de Limeira/SP que faz um Rock pesado, agressivo e contemporâneo. Nessa breve conversa, Tadeu nos relata um pouco sobre o começo da banda, as mudanças de formação, as influências musicais, os planos futuros e outros detalhes. Confiram a entrevista e apoiem o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial do grupo. Apreciem, divulguem e prestigiem! Como surgiu a ideia de formar a banda e como se deu a origem do nome? Tadeu: A banda foi fundada em 2015, na cidade de Limeira, e a ideia começou com Marcos Nock, dono do NOCK STUDIO ALIVE. Ele havia produzido parte das músicas do primeiro CD (“Fire, Cold and Steel”) e me convidou para inserir minhas letras junto ao seu trabalho. A princípio a banda buscou uma sonoridade Rock ’n’ Roll simples e direto, com letras sobre as loucuras d

Voodoo Shyne - Unique

Imagem
Confesso que quando o material do VOODOO SHYNE veio parar em minhas mãos, imaginei se tratar de um grupo com uma sonoridade extrema. Isso por conta de fazer alguma associação com o nome. Ledo engano. A proposta é bem distinta deste universo. O nome é, na verdade, do músico, instrumentista, produtor, cantor e compositor do projeto. Tudo começou com o apelido de Voodoo e com influências do Grunge da década de 90, mas no começo de 2000 o sobrenome de Shyne surgiu e, a partir daí, o músico fez parte de diversas bandas, criou seu próprio projeto, fez shows e lançou EPs e Fulls. A música “Unique” fará parte do próximo álbum que deve ser lançado em 2020 e será o quinto da carreira. O que temos aqui é um Rock com uma vibe eletrônica e trechos dançantes que irá agradar aos amantes do gênero que não se preocupam tanto com peso e solos de guitarra. É um som gostoso de ouvir e tem uma pegada mais Pop, interessante e muito boa. O projeto é composto pelo próprio mentor que aqui faz voz, baixo, g

Trieb - Deserto

Imagem
Oriundo do Rio de Janeiro/Niterói, o TRIEB é um grupo que foi formado em abril de 2012 e já lançou EP, Singles e um Full que é justamente este que aqui estamos analisando. “Deserto” foi lançado em 2017 e possui 6 composições belíssimas e muito bem feitas e estruturadas. É um Metal vigoroso com pitadas progressivas e épicas, bem pensado, cheio de variações de ritmo, trechos melodiosos e, por vezes, melancólicos. A cozinha instrumental é bem entrosada, os vocais são fortes e marcantes e as letras tratam de temas históricos e literários que passeiam por Tolkien, pelo escritor americano Robert W. Chambers, pela Guerra de Canudos, por Euclides da Cunha em “Os Sertões” e até mesmo utilizam trechos do Hino Nacional. Tarefa árdua eleger algum destaque nesta obra. Tudo é muito funcional e é certo que o ouvinte irá se impressionar a cada faixa, em especial por elas serem bastante diversificadas, mas “Devil Blows the Desert Winds”, composição que encerra o trampo, tem 26 minutos de duração e

Stealth - Death Patrol

Imagem
Se há um país que consegue ser uma máquina de produção de excelentes bandas de Metal, esse país é a Alemanha. Inúmeros grupos de qualidade já foram lançados ali e o STEALTH é mais um para engrossar as fileiras. Formado em 2019, este quarteto faz um Heavy Metal com pitadas de Speed e acabou de lançar o primeiro EP. “Death Patrol” é um material independente e foi feito em uma produção limitada a 294 cópias (confesso que adoraria ser dono de uma delas). São 3 ótimas composições com o peso e a energia do Metal oitentista e trazendo como destaque as guitarras e um vocal bem feito, vigoroso e cheio de agudos. Confesso que TODAS as composições soam bem e são empolgantes, mas a “Rocking This Night” foi a que mais agradou. Fãs do Heavy Metal tradicional e do Metal dos anos 80 irão adorar este trabalho. Se a estreia foi assim tão convincente, imagino que o primeiro Full será brilhante. – Nota: 9   Faixas: 1. Death Patrol 2. Rocking This Night 3. Moonlight Crescendo Facebook

Mylr - Votu

Imagem
Diretamente da Alemanha, país que já nos presenteou com excelentes bandas da música pesada, surge o MYLR, grupo que faz um Stoner Rock de ótimo e alto nível. “Votu” é o primeiro registro deles e traz 5 composições muito boas. O maior destaque desta obra são os riffs de guitarra. Além disso, encontramos peso, energia, ótima melodia, criatividade musical e boa vocalização que alterna entre o limpo e um gutural que não é tão extremo assim. Querem saber quais são as melhores músicas? Sinceramente todas são bem interessantes, mas “Ol’ Road” e “Votu” são as que mais chamaram a atenção. A qualidade de gravação é também um ponto alto neste EP. A faixa que leva o nome do registro traz Dave Grunewald como convidado. Amantes do Stoner, do Rock e da música pesada devem ouvir. Por aqui estaremos atentos aos futuros trabalhos. – Nota: 9 Faixas: 1. ~3 2. You Make Me Sick 3. Running Cold 4. Ol’ Road 5. Votu Facebook Bandcamp Instagram