Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2020

Sörceress - Maybellene

Imagem
  Quarteto da Colômbia que faz um Heavy Metal cheio de vigor, energia e com muita influência dos anos 80. Eles já lançaram uma Demo, um Full e agora ressurgem com “Maybellene”, excelente Single que conta com duas composições. A qualidade da gravação é muito boa e as músicas são verdadeiros hinos do Metal tradicional. A cozinha instrumental é muito, mas muito bem entrosada e os destaques aqui são os riffs, solos belíssimos e as vocalizações de Leder Killer, que também assume uma das guitarras. A faixa título é, na realidade, um tributo a CHUCK BERRY. Amantes do Metal devem conferir este material URGENTEMENTE. Feito para quem ama o estilo. – Nota: 10   Faixas:   1. Maybellene 2. Far Away   Facebook Bandcamp

The Unbroken - Human Crown

Imagem
  Este quarteto americano faz uma excelente estreia com o EP “Human Crown”, um material bem gravado e produzido e que nos traz 5 excelentes composições. Trata-se de um grupo de Metal com influências de bandas como METALLICA, PANTERA e SKLIPKNOT, ou seja, uma fusão entre um Thrash Metal e um Metal com toques mais modernos e alternativos. Importante dizer que a sonoridade, de forma geral, ficou SENSACIONAL. A cozinha instrumental é bem entrosada e os destaques ficam por conta dos solos cheios de melodia. “Suffering in Silence”, “Human Crown” e a furiosa e pesada “I Never Forget” são os pontos mais altos e fortes deste trampo. A banda é formada por: Chester (vocal/guitarra), Mark (guitarra), Jeff (baixo) e Tamas (bateria). Fiquem de olho neles, pois têm jeito de serem altamente promissores. Escutem a obra. Digna e muito bem feita. – Nota: 9   Faixas:   1. Stuck in Your Way 2. Suffering in Silence 3. Human Crown 4. I Never Forget 5. Nothing Left to Sell   Site Oficial Facebook

Sepulchral Voice

Imagem
Trouxemos uma entrevista bastante especial para os amantes do Metal Extremo nacional. Falamos com  Pepê  Salomão, baixista do SEPULCHRAL VOICE, grupo mineiro de Death/Thrash Metal. Em nossa conversa,  Pepê  nos falou a respeito da formação da banda, interrupção das atividades, influências musicais, lançamento do primeiro Full e diversos outros detalhes.    Confiram a entrevista e apoiem o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial do grupo.    Apreciem, divulguem e prestigiem!   O grupo iniciou suas atividades em 87. Como foi o começo de tudo e de onde veio a   inspiração para o nome?   Pepê  Salomão:  Tudo começou com o Luiz  Sepulchral  e o 1° vocalista, o  Rossano . Eles tiveram a ideia de formar uma banda e me perguntaram se eu tinha interesse em tocar também. De imediato aceitei o convite, mas deixando bem claro que não sabia tocar e o Luiz se prontificou a me ensinar os primeiros acordes. No começo era bem precário, os ensa

Bogwolf - A Sermon Unto Wolves

Imagem
Com um logotipo indecifrável e uma capa obscura e enigmática, assim se dá a estreia do BOGWOLF com sua primeira demo no mercado da música pesada. “A Sermon Unto Wolves” possui 3 composições pesadas e muito bem executadas. O quinteto americano pratica um Blackened Death Metal cheio de fúria e com doses de melodia que se misturam a uma sonoridade intensa e extrema. Não é um som inédito, mas é interessante e vale ser conferido. Destaques para “The Culling”, uma abertura instrumental com toques épicos, e para a faixa título que é agressiva e rápida. Fãs do gênero irão gostar bastante da obra e do grupo. – Nota: 8 Faixas: 1. The Culling 2. A Sermon Unto Wolves 3. God Damned American Facebook Bandcamp

Bad BeBop - Backbone

Imagem
Já repararam que Power Trio, em geral, nunca decepciona. E no caso do BAD BEBOP não é diferente. Esses rapazes de Curitiba estão prestes a lançar o álbum “Starting Riots” pela Abraxas Records, mas antes apareceram com o single “Backbone”, música curtinha e cheia de força e vigor. Na ativa desde 2015 e com um álbum já lançado, aqui eles nos apresentam um Metal com bastante peso, riffs de guitarra afiados, ótima vocalização e um refrão delicioso e grudento no melhor sentido da palavra. É uma grata surpresa e já nos deixa imaginar o quanto o material que está por vir deve ser competente e agradável. A formação é: Henrique Bertol (guitarra), Celso Costa (bateria) e Juliano Ribeiro (baixo e vocal). EXTREMAMENTE RECOMENDÁVEL. – Nota: 9 Faixas: 1. Backbone Facebook Instagram