Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2020

Sepulchral Voice

Imagem
Trouxemos uma entrevista bastante especial para os amantes do Metal Extremo nacional. Falamos com Pepê Salomão, baixista do SEPULCHRAL VOICE, grupo mineiro de Death/Thrash Metal. Em nossa conversa, Pepê nos falou a respeito da formação da banda, interrupção das atividades, influências musicais, lançamento do primeiro Full e diversos outros detalhes. 
Confiram a entrevista e apoiem o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial do grupo. 
Apreciem, divulguem e prestigiem!
O grupo iniciou suas atividades em 87. Como foi o começo de tudo e de onde veio ainspiração para o nome?
Pepê Salomão: Tudo começou com o Luiz Sepulchral e o 1° vocalista, o Rossano. Eles tiveram a ideia de formar uma banda e me perguntaram se eu tinha interesse em tocar também. De imediato aceitei o convite, mas deixando bem claro que não sabia tocar e o Luiz se prontificou a me ensinar os primeiros acordes. No começo era bem precário, os ensaios eram em um quartinho na casa do Luiz, o …

Bogwolf - A Sermon Unto Wolves

Imagem
Com um logotipo indecifrável e uma capa obscura e enigmática, assim se dá a estreia do BOGWOLF com sua primeira demo no mercado da música pesada. “A Sermon Unto Wolves” possui 3 composições pesadas e muito bem executadas. O quinteto americano pratica um Blackened Death Metal cheio de fúria e com doses de melodia que se misturam a uma sonoridade intensa e extrema. Não é um som inédito, mas é interessante e vale ser conferido. Destaques para “The Culling”, uma abertura instrumental com toques épicos, e para a faixa título que é agressiva e rápida. Fãs do gênero irão gostar bastante da obra e do grupo. – Nota: 8
Faixas:
1. The Culling 2. A Sermon Unto Wolves 3. God Damned American
Facebook Bandcamp


Bad BeBop - Backbone

Imagem
Já repararam que Power Trio, em geral, nunca decepciona. E no caso do BAD BEBOP não é diferente. Esses rapazes de Curitiba estão prestes a lançar o álbum “Starting Riots” pela Abraxas Records, mas antes apareceram com o single “Backbone”, música curtinha e cheia de força e vigor. Na ativa desde 2015 e com um álbum já lançado, aqui eles nos apresentam um Metal com bastante peso, riffs de guitarra afiados, ótima vocalização e um refrão delicioso e grudento no melhor sentido da palavra. É uma grata surpresa e já nos deixa imaginar o quanto o material que está por vir deve ser competente e agradável. A formação é: Henrique Bertol (guitarra), Celso Costa (bateria) e Juliano Ribeiro (baixo e vocal). EXTREMAMENTE RECOMENDÁVEL. – Nota: 9
Faixas:
1. Backbone
Facebook Instagram