Postagens

Mostrando postagens de Março, 2021

Danny D. Weirdo - Maníaco

Imagem
  Está buscando um grupo diferente? Acabou de achar. Desde a sonoridade até o nome, performance, visual e essência. Isso mesmo. O DANNY D. WEIRDO é o que podemos chamar de um grupo ousado e inusitado. Eles se definem como uma banda performática de Art-Rock (ou Rock 'n Roll anti-herói). Diferente demais, né? A ideia toma forma em 2018 através de uma pesquisa acadêmica. Inicialmente como um projeto solo, depois se transforma em quarteto. Eles também usam máscaras e figurinos diferenciados, características essas que os tornam bastante marcantes. Lançaram alguns materiais e estão se preparando para nos apresentar “Cujo”, o mais novo EP. Em 2020 lançaram o Single intitulado “Maníaco” e juntamente com ele um Lyric Vídeo.  E o leitor deve estar se perguntando: Que raio de som essa banda faz? No trampo que aqui estamos analisando, o ouvinte irá encontrar um Rock com letras em português e uma melodia bem interessante. Há bastante qualidade, peso, riffs eficazes, mudança de ritmo, boas vocal

Starscape - Colony

Imagem
  Há pouco menos de um ano comentamos sobre o lançamento de “ Pilgrims ”, primeiro EP do STARSCAPE. Esse duo da Suécia já apresentava sinais promissores de um trabalho certeiro: um Heavy Metal bem estruturado e inspirado na sonoridade dos anos 80. E eles agora lançaram “Colony”, o primeiro Full. Trata-se de um trampo com 7 ótimas composições e que traduzem muito bem o peso e a força do Metal oitentista. Segue a mesma linha do EP, mas com um resultado até um pouco superior. “Pilgrims of the Stars” e “Colony”, músicas presentes em “Pilgrims”, também fazem parte do Full. Os pontos fortes são os riffs cheios de melodia e os solos.  É o que mais nos chama a atenção. Os vocais são bons, mas o timbre de voz pode, em determinados momentos, causar uma ligeira estranheza ao ouvinte. Destacam-se faixas como “A New World” e “Structures” (instrumental excelente), mas de forma geral tudo caminha muito bem e tende a agradar aos amantes do Metal. Ouçam. Trabalho de qualidade. – Nota: 9 Faixas: 1.

Pagan Throne - The Justice of Rome

Imagem
  Primeiro Single de 2021 dos cariocas do PAGAN THRONE, grupo que faz um Pagan Black Metal e que vem se destacando no cenário do Metal Extremo nacional. Quem acompanha o VIOLENT NOISE já teve oportunidade de ler diversas matérias desses guerreiros aqui. Um privilégio e uma honra. E sinceramente, acompanhando os excelentes trabalhos do grupo, a gente não espera nada que não nos surpreenda. E eles mandaram bem mais uma vez. Começa pela capa que é da autoria do Romulo Dias: cores intensas, vibrantes e cheias de impacto. Daí entra a sonoridade: rapidez, muito peso, a mistura de agressividade com doses de melodia, os vocais enérgicos de Rodrigo Garm. E eles nos presenteiam com uma vocalista convidada: Nina Roble do UNNATURE. Tudo aqui me chamou a atenção, mas particularmente os solos do guitarrista Renan Guerra são lindos. A verdade é que o PAGAN THRONE dá continuidade ao que fizeram no “ Our Blackest Roots ”, ou seja, um trampo bem feito, bem pensado, cheio de nuances, carregado de uma ene

Agent Steel - Outer Space Connection

Imagem
  Passaram-se mais de dez anos desde que o último Full do AGENT STEEL foi lançado. E agora, no terceiro mês de 2021, o grupo nos presenteia com um Single contendo três composições e já preparam o terreno para lançar o último álbum cujo título será “No Other Godz Before Me”. Enquanto isso não acontece e ansiosos por este trampo, iremos aqui analisar o excelente “Outer Space Connection”. Com uma formação completamente distinta de “Alienigma” (2007), este Single traz composições que farão parte do próximo álbum. A melhor novidade é, na verdade, o retorno de John Cyriis, o vocalista do começo da carreira da banda e dono de uma voz potente, vigorosa e cheia de agudos magníficos. É uma grande e grata surpresa. Os amantes do Metal oitentista sabem muito bem o valor que o AGENT STEEL teve naquele período. Certamente um dos grupos mais admirados pelos ouvintes que apreciavam um som rápido, com riffs bem cadenciados e fortes e solos eficazes. Fiéis às raízes, é nessa pegada que o quinteto co

Dangerous Times for the Dead - Queen of the Night

Imagem
  Eis que o DANGEROUS TIMES FOR THE DEAD , quinteto holandês de Heavy Metal, reaparece em nosso espaço com mais um Single, o primeiro de 2021. Para quem já está acompanhando o trampo dessa galera, nada mudou em termos de sonoridade. Quer dizer que não trazem novidade alguma? Não. Quer dizer que estão fiéis às raízes, ou seja, Metal oitentista com riffs precisos e preciosos, solo excelente, baixo pulsando firme, batera com peso, vocalizações ótimas e muita melodia. É o tipo de som 100% recomendado aos fãs de grupos como SAXON, JUDAS, MAIDEN, SAVAGE e similares. “Queen of the Night” é uma canção excelente. Incrível como essas bandas da nova safra se mostram competentes em fazer um Metal “antigo”, mas que ainda soa contemporâneo e vigoroso. OUÇAM! – Nota: 9 Faixas: 1. Queen of the Night Site Oficial Facebook Instagram