Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2020

Living Louder - Live at Woodstock Rockstore

Imagem
Dia 25/01 foi, de fato, um dia especial. Afirmamos isso especialmente para quem vive em São Paulo, pois é o dia da cidade: feriado, descanso, lazer, passeio, cerveja e muito Rock. E foi exatamente o que aconteceu, em especial na Woodstock Rockstore, a conhecida loja que tem Walcir Chalas como proprietário. Em comemoração aos 466 anos da cidade, a loja nos brindou com um show do LIVING LOUDER, trio paulistano formado em 2016 que faz um som pesadão e cheio de energia. O material é composto por 4 músicas sensacionais e uma gravação que ficou muito boa, pois nos traz um som cru, consistente e repleto de vigor. É aquele Heavy/Rock que deixa o fã do estilo mais do que satisfeito. Eles tocaram 3 músicas do “Corsair”, álbum de 2018, e fecharam com um cover do DEEP PURPLE. É até complicado elegermos algum destaque, pois tudo soa de forma bastante satisfatória, mas particularmente nos chamam a atenção as composições “Deliver Us From Evil” e a “Fireball”. E como o show é curto, dá uma vontade lo…

Funeral Tears - Your Loneliness

Imagem
O mundo do Metal e suas diversas ramificações de estilo nos trazem gêneros que, sem sombra de dúvidas, são bastante “marginalizados” no cenário. Posso aqui citar dois deles que mais se enquadram nesta situação: Doom Metal e o Depressive Black Metal. E no caso, a banda que estamos analisando hoje faz um Funeral Doom Metal. Opa! Banda não. Trata-se de uma One Man Band da Rússia. O FUNERAL TEARS foi formado em 2007 por Nikolay Seredov e com este projeto ele já lançou 4 Fulls, alguns Singles e até mesmo um Split. “Your Loneliness” é o mais novo trabalho e traz uma sonoridade que não foge tanto ao que já conhecemos e esperamos do estilo: riffs lentos, pesados, doses de melancolia aqui e ali, vocais mais limpos em contraste com os guturais que aqui são usados com intensidade moderada. Som bem feito, mas confesso que não surpreendeu tanto assim. Particularmente esperava algo com toques mais depressivos, mas não dá para negar que Seredov é um instrumentista bastante competente. A arte da capa…

Brainscanner - Secret Transmissions

Imagem
Janeiro de 2016 é o ano em que o BRAINSCANNER começa suas atividades. No mesmo ano lançam “Trilobita”, o primeiro EP. Após um tempo reaparecem com dois Singles: “Phoneutria” e “Evolver 1986”. Após as tradicionais mudanças de formação, o grupo se fixa como um Duo que conta com Ricardo Siqueira do MANDIBULLA (vocais/guitarra/baixo) e Alexandre Dantas do ABSTRACTED (bateria/sintetizadores). E é nessa formação que gravam o excelente “Secret Transmissions”, um EP com duas faixas pesadas, repletas de riffs fortes e com uma pegada cheia de vigor e energia. Um Stoner Rock que vai deixar os amantes do estilo bastante satisfeitos. O trampo abre com “Trust No One”, composição vibrante e que, ao final, apresenta uma mudança de ritmo interessantíssima e levemente melancólica. Na sequência e praticamente sem respiro temos “Unplug”, música que consegue manter o mesmo pique, peso e energia da primeira faixa. Caramba! É um trabalho bastante bem feito e primoroso. Amantes do Stoner e da música pesada d…

Sadistic Messiah - High Voltage Demons

Imagem
As novas safras das bandas de Metal já estão começando suas carreiras com tudo. Estão com tudo e não estão prosas. Não mesmo. E isso é bastante valido para o SADISTIC MESSIAH, duo de Thrash Metal de São Paulo que começou a carreira em 2018, já lançou um Single homônimo e no fim de 2019 apareceu com “High Voltage Demons”, o primeiro Full.
O material contém 9 composições pesadas, rápidas, técnicas e traz um Thrash Metal que nos remete à fase oitentista em sua melhor performance. É uma obra carregada da agressividade que o estilo exige e o ouvinte encontra vocalizações rasgadas e selvagens, além de um instrumental bem feito com destaque para os ótimos riffs e solos.
Seguem algumas faixas de maior relevância: “Earthshaker Nightmares” traz o melhor solo de guitarra deste trabalho; “The Crucifix Slaughter” tem o ritmo bem veloz, riffs afiados, acelerados e um solo poderoso e com melodia; “Sadistic Messiah”, a faixa que leva o nome da banda, que foi lançada em Single e encerra o trampo com c…

Anguere - Castigo

Imagem
Meu Nome é Zé Pequeno, Porra!” Zé Pequeno
Trio de Rio Claro (interior de São Paulo) formado em 2008, esses rapazes fazem uma mistura de Hardcore com Thrash Metal e as letras são cantadas em português. O resultado é uma sonoridade agressiva, pesada, rápida e robusta. O grupo já lançou Fulls e EPs. “Castigo”, o material que aqui estamos analisando, é o mais recente EP da carreira deles. São 4 composições bastante furiosas e os maiores destaques são os riffs excelentes e as vocalizações repletas da mais pura energia que o Hardcore possui. De forma geral, o trampo flui bem demais, mas “Você Não Sabe de Onde Eu Vim” e “Chacina” são as que mais impressionaram. “Zé Pequeno”, a faixa de abertura, conta com a participação de Eder Cardoso da banda ESCARAS. Solos de guitarra podem ser uma alternativa bastante interessante. Uma obra feita para sacudir a cabeça do começo ao fim. – Nota: 8
Faixas:
1. Zé Pequeno 2. Você Não Sabe de Onde Eu Vim 3. Olho Gordo 4. Chacina
Site Oficial Facebook Bandcamp


Futurephobia - Highway to the Ruhrzone

Imagem
A Alemanha e suas eternas pérolas do Metal. Que país é esse que produz tantas bandas cheias de enorme potencial? O FUTUREPHOBIA é mais uma para entrar nessa imensa lista. Este quarteto foi formado em 2018 e já lançou uma demo e agora aparece com sua mais nova obra. “Highway to the Ruhrzone” é o primeiro EP e contém 4 faixas de um Thrash Metal bem poderoso. A fórmula é a de sempre e aqui temos grande destaque para os excelentes riffs que, por vezes, me lembraram algo do DESTRUCTION da fase do “Eternal Devastation”. O vocal é um caso a ser comentado detalhadamente. Daniel G. tem uma voz bastante aguda. Não é forte, mas é de certa forma agressiva. Talvez não agrade a todos os ouvintes, mas não dá para negarmos que a vocalização os diferencia das demais bandas do estilo. Talvez um caso de AME ou ODEIE. Aqui nós ficamos com a primeira opção. Destaques musicais: “Unacceptable Conditions” e “To The Dragon We Ride”.Grupo demonstra sinais de ser absolutamente promissor. O futuro nos dirá. Ouça…